Procedimentos Pele

Dermoabrasão

Pele

O Procedimento

O que é dermoabrasão?
Dermoabrasão ou o lixamento cirúrgico da pele, é um procedimento cirúrgico no qual o cirurgião dermetológico remove ou lixa a pele com um instrumento abrasivo rotatório ou lixas d'agua, melhorando a superfície da pele e proporcionando uma aparência mais lisa.

Quando a dermoabrasão é indicada?
Quando foi inicialmente desenvolvida, a dermoabrasão foi usada predominantemente para melhorar cicatrizes resultantes da acne, catapora, e acidentes. Hoje ela também é usada para tratar outros tipos de alterações da pele como tatuagens, manchas da idade e alterações causadas pelo dano solar crônico, como o rugas profundas e degeneração pré-cancerosa.
 
O que acontece antes da cirurgia?
Antes da cirurgia, é feito um histórico e um exame cuidadoso, conduzido a fim de avaliar as condições da pele do paciente. O cirurgião dermatológico descreve os tipos de anestesia que serão usados, o procedimento e os resultados realistas que podem ser esperados. O médico também revisa tratamentos alternativos e possíveis riscos e complicações são explicados.
 
Fotografias são freqüentemente feitas antes e depois da cirurgia para ajudar a avaliar a melhora obtida. Instruções impressas pré e pós operatórias são dadas ao paciente. Medicação para prevenir a ativação de herpes simples poderá também ser receitada.
 
Como é feita a dermoabrasão?
A dermoabrasão pode ser feita no consultório ou no hospital e uma medicação para relaxar o paciente pode ser administrada antes da cirurgia. A área é totalmente limpa com um agente antisséptico de limpeza e em seguida infiltrada com uma solução anestésica. Um instrumento rotativo de alta velocidade com um disco abrasivo ou escova, remove ou lixa as camadas superiores da pele e melhora as suas irregularidades superficiais. Em alguns casos, um papel abrasivo pode ser usado e ungüentos calmantes e compressas são então aplicadas.
 
O que acontece depois da cirurgia?
Por poucos dias, a sensação é de uma pele severamente queimada pelo sol. Alguns medicamentos podem ser prescritos para aliviar qualquer desconforto que o paciente possa ter, mas a maioria das pessoas não experimenta uma dor severa.
 
Compressas especiais e aplicação de emolientes ajudam a acelerar a recuperação da pele. A cicatrização total geralmente ocorre em até dez dias.
 
A nova pele formada é rosa inicialmente e gradualmente retorna à aparência normal em 8 a 12 semanas. Maquiagem corretiva pode ser usada para cobrir a pele cicatrizada permitindo retomar as atividades normais entre 7 a 10 dias. Os pacientes são instruídos a usar protetor solar diariamente e evitar exposição desnecessária ao sol direta ou indiretamente por 3 a 6 meses.
 
Há complicações possíveis?
Cada pessoa cicatriza de modo diferente. Alguns indivíduos têm tendência a desenvolver áreas claras ou escuras após uma lesão na pele. Isto também pode acontecer após o tratamento com dermoabrasão. O seu dermatologista pode geralmente tratar o excesso de pigmentação com o uso de cremes branqueadores. Mas a pigmentação reduzida pode ser permanente.

Algumas pessoas podem desenvolver pele espessada em algumas áreas após a dermoabrasão similar ao quelóide.

Várias terapias como cremes e injeções de cortisona podem ser administradas para tratar este problema e ajudar a pele a retornar ao normal.

Pacientes com doenças de coagulação ou sangramento, cicatrização queloidal, imunossupressão ou usando ácido 13-cis-retinóico (isotretinoína) devem informar seu dermatologista.
 
Quais são as limitações da dermoabrasão?
Com a dermoabrasão não se pode esperar eliminar ou melhorar todas as cicatrizes em todos os pacientes. Algumas cicatrizes requerem o uso de outros procedimentos para obter melhores resultados. Isto inclui remoção cirúrgica cuidadosa de cicatrizes, seguida por pequenos enxertos de pele ou suturas. A dermoabrasão é então usada para alisar estas cicatrizes recentes, 6 a 8 semanas depois. Outros pacientes podem se beneficiar do uso de substâncias preenchedoras em conjunto com a dermoabrasão. Isto inclui colágeno injetável, ácido hialurônico ou gordura que são usadas para elevar cicatrizes deprimidas. Alguns pacientes podem se beneficiar de repetidos retoques de dermoabrasão nas áreas que não foram suficientemente melhoradas após o procedimento inicial.
 
O seu cirurgião dermatológico pode orientá-lo sobre a probabilidade de tratamentos adicionais, dependendo da condição específica da sua pele.

Fale Conosco pelo Whats